Prevenção de Gripe

27/05/2019

Aos pais e alunos,

Na campanha de vacinação realizada na escola, foram ministradas 276 doses de vacina e temos acompanhado a adesão de professores, funcionários e pessoas de nossa comunidade que pertencem a outros grupos que têm direito à campanha de vacinação gratuita nos postos de saúde. Lembramos que a vacinação é considerada a forma mais eficiente de garantir que a comunidade escolar fique protegida.

A vacinação não protege apenas o indivíduo vacinado. Quando temos um significativo número de pessoas vacinadas (em torno de 80%) toda a comunidade fica protegida. A vacinação é um ato de amor por proteger nossos filhos e a nossa tão sofrida sociedade. A educação é o principal componente da saúde pública, portanto, é na escola que esse tema tem que ser enfatizado para que os jovens desenvolvam a solidariedade e levem para casa a prática da compaixão.

Marcos Boulos, Médico infectologista, Professor da Faculdade de Medicina da USP, Consultor especial de doenças transmissíveis da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e Consultor de Doenças Negligenciadas da Organização Mundial da Saúde é avô de alunos do Colégio Equipe.

Com o início dos dias mais frios, é importante darmos continuidade aos procedimentos de prevenção da gripe em nossa escola:

 

Esclarecimento sobre a gripe e as formas de evitarmos o contágio

Conversaremos com os alunos, e solicitamos que conversem em casa também, sobre as características desta gripe e a importância de todos os cuidados que podem evitar o contato com o vírus e sua retransmissão.

A transmissão da gripe se dá por gotículas emitidas por espirro e tosse, de forma que é importante que os alunos:

  • tragam lenços de papel e os usem para cobrir o nariz e a boca quando precisarem tossir ou espirrar;
  • lavem as mãos sempre que precisarem conter espirros ou tosse com elas;
  • utilizem o álcool gel que será mantido em vários lugares da escola com frequência, principalmente ao manusearem objetos de uso coletivo, antes de levarem as mãos à boca, ao nariz e aos olhos.

Recomendamos que os alunos tragam garrafas de água e as levem para casa diariamente, para que cada família cuide de sua higiene e renovação.

Recomendamos ainda que todos os alunos do EF II e EM tragam consigo um saquinho de lenços de papel e um frasco de álcool gel, para que possam utilizá-los com rapidez e frequência em caso de necessidade. Como essa é uma época de resfriados e quadros alérgicos, os alunos que não trouxerem serão orientados a ir ao banheiro assoar o nariz e lavar as mãos sempre que espirrarem ou tossirem, mas não é o ideal, por prejudicar o andamento das aulas.

 

Cuidados com a higiene

Dentro da escola, cuidaremos da higienização do espaço e dos brinquedos, manteremos frascos de álcool gel em diversos espaços, e as salas de aula e banheiros constantemente limpos e arejados.

 

Resguardo e isolamento

É de fundamental importância que os alunos muito gripados e/ou com febre não venham à escola. Os sintomas que devem implicar a interrupção da frequência do aluno às aulas são tosse e/ou dor de garganta com febre ou, na sua ausência, calafrios, dores no corpo e nas juntas e/ou dificuldades respiratórias. O retorno às aulas a princípio só deve ocorrer no mínimo 24 horas após o desaparecimento da febre ou desses outros sintomas. Alunos com familiares que tiverem o diagnóstico da gripe confirmado também só deverão frequentar a escola com autorização do médico responsável.

Lembramos que só o médico de confiança de cada família tem autoridade para decidir se um aluno pode ou não frequentar a aula, bem como autorizar o retorno de um aluno que porventura tenha recebido a recomendação de permanecer alguns dias em casa. Pedimos, portanto, um cuidado especial de todos para o cumprimento desse procedimento, único capaz de gerar a confiança necessária para evitarmos o contágio.

Os alunos apenas resfriados ou com sintomas alérgicos podem e devem vir à escola, desde que tenham orientação médica nesse sentido. O mesmo ocorrerá com nossos professores e demais funcionários.

 

Comunicação à escola

Se alguém precisar se ausentar com sintomas de gripe, é importante que o diagnóstico seja confirmado e informado à escola o mais rápido possível para que possamos comunicar prontamente a todos.

Agradecemos o apoio e a colaboração de todos.

Atenciosamente,

 

Coordenação do Colégio Equipe

Prevenção de Gripe

27/05/2019

Aos pais e alunos,

Na campanha de vacinação realizada na escola, foram ministradas 276 doses de vacina e temos acompanhado a adesão de professores, funcionários e pessoas de nossa comunidade que pertencem a outros grupos que têm direito à campanha de vacinação gratuita nos postos de saúde. Lembramos que a vacinação é considerada a forma mais eficiente de garantir que a comunidade escolar fique protegida.

A vacinação não protege apenas o indivíduo vacinado. Quando temos um significativo número de pessoas vacinadas (em torno de 80%) toda a comunidade fica protegida. A vacinação é um ato de amor por proteger nossos filhos e a nossa tão sofrida sociedade. A educação é o principal componente da saúde pública, portanto, é na escola que esse tema tem que ser enfatizado para que os jovens desenvolvam a solidariedade e levem para casa a prática da compaixão.

Marcos Boulos, Médico infectologista, Professor da Faculdade de Medicina da USP, Consultor especial de doenças transmissíveis da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e Consultor de Doenças Negligenciadas da Organização Mundial da Saúde é avô de alunos do Colégio Equipe.

Com o início dos dias mais frios, é importante darmos continuidade aos procedimentos de prevenção da gripe em nossa escola:

 

Esclarecimento sobre a gripe e as formas de evitarmos o contágio

Conversaremos com os alunos, e solicitamos que conversem em casa também, sobre as características desta gripe e a importância de todos os cuidados que podem evitar o contato com o vírus e sua retransmissão.

A transmissão da gripe se dá por gotículas emitidas por espirro e tosse, de forma que é importante que os alunos:

  • tragam lenços de papel e os usem para cobrir o nariz e a boca quando precisarem tossir ou espirrar;
  • lavem as mãos sempre que precisarem conter espirros ou tosse com elas;
  • utilizem o álcool gel que será mantido em vários lugares da escola com frequência, principalmente ao manusearem objetos de uso coletivo, antes de levarem as mãos à boca, ao nariz e aos olhos.

Recomendamos que os alunos tragam garrafas de água e as levem para casa diariamente, para que cada família cuide de sua higiene e renovação.

Recomendamos ainda que todos os alunos do EF II e EM tragam consigo um saquinho de lenços de papel e um frasco de álcool gel, para que possam utilizá-los com rapidez e frequência em caso de necessidade. Como essa é uma época de resfriados e quadros alérgicos, os alunos que não trouxerem serão orientados a ir ao banheiro assoar o nariz e lavar as mãos sempre que espirrarem ou tossirem, mas não é o ideal, por prejudicar o andamento das aulas.

 

Cuidados com a higiene

Dentro da escola, cuidaremos da higienização do espaço e dos brinquedos, manteremos frascos de álcool gel em diversos espaços, e as salas de aula e banheiros constantemente limpos e arejados.

 

Resguardo e isolamento

É de fundamental importância que os alunos muito gripados e/ou com febre não venham à escola. Os sintomas que devem implicar a interrupção da frequência do aluno às aulas são tosse e/ou dor de garganta com febre ou, na sua ausência, calafrios, dores no corpo e nas juntas e/ou dificuldades respiratórias. O retorno às aulas a princípio só deve ocorrer no mínimo 24 horas após o desaparecimento da febre ou desses outros sintomas. Alunos com familiares que tiverem o diagnóstico da gripe confirmado também só deverão frequentar a escola com autorização do médico responsável.

Lembramos que só o médico de confiança de cada família tem autoridade para decidir se um aluno pode ou não frequentar a aula, bem como autorizar o retorno de um aluno que porventura tenha recebido a recomendação de permanecer alguns dias em casa. Pedimos, portanto, um cuidado especial de todos para o cumprimento desse procedimento, único capaz de gerar a confiança necessária para evitarmos o contágio.

Os alunos apenas resfriados ou com sintomas alérgicos podem e devem vir à escola, desde que tenham orientação médica nesse sentido. O mesmo ocorrerá com nossos professores e demais funcionários.

 

Comunicação à escola

Se alguém precisar se ausentar com sintomas de gripe, é importante que o diagnóstico seja confirmado e informado à escola o mais rápido possível para que possamos comunicar prontamente a todos.

Agradecemos o apoio e a colaboração de todos.

Atenciosamente,

 

Coordenação do Colégio Equipe

Rua São Vicente de Paulo, 374
Higienópolis, São Paulo - SP

(11) 3662 - 6500

(11) 3579 - 9150

(11) 97374 – 8388

equipe@colegioequipe.g12.br

© Colégio Equipe - 2021

Rua São Vicente de Paulo, 374
Higienópolis, São Paulo - SP

(11) 3662 - 6500

(11) 3579 - 9150

(11) 97374 – 8388

equipe@colegioequipe.g12.br

© Colégio Equipe - 2021