EM – 1ª a 3ª Série – MURAL – Aproveitando o feriado – Dia do Trabalhador

30/04/2020

 

REGISTROS NO MURAL

APROVEITANDO O FERIADO

DIA DO TRABALHADOR / DIA MUNDIAL DO TRABALHO /

DIA INTERNACIONAL DOS TRABALHADORES

 

Caros alunos e alunas e seus familiares,

Esta véspera de feriado é também o dia de fechamento de nossa Semana Especial “Encontros, para além da Pandemia”. O pedido para que alunos que estejam com pendência na realização de atividades atualizem as entregas de tudo até 03/05 se mantém, sem que deixem, como todos os demais e suas famílias, de aproveitar algumas das referências, sugestões, lembretes feitos durante as aulas especiais entre 28 e 30/04.

Esta publicação registra parte das possibilidades de ampliação nos temas, a partir do que foi trazido nas aulas/encontros, especialmente por alunos e alunas e pelos demais professores que puderam, junto aos alunos, participar das aulas ministradas por seus colegas. Afinal, como citado na aula A Peça é a Coisa: Conversando sobre Shakespeare, tudo isso foi um exercício de lazer e estudo – o que possibilita, a todos nós, grande prazer (e a quem ainda não possibilita, pretendemos contagiar…).

Sobre a Semana Especial, queremos saber a avaliação dos estudantes e esperamos contar com retornos no Mural da Sala de Aula Google de cada uma das séries, em forma de comentário, em postagem que fizemos com este objetivo específico. Por favor, alunos e alunas, vejam lá e façam seus registros. Desde já, agradecemos.

Nesta semana, o Instituto Equipe Cultura e Cidadania publicou nova playlist, denominada Bossa Nova, inspirada pelo que Renato Braz trouxe de João Gilberto na Live com Fernando Haddad. Para quem não acessou por rede social, segue aqui, para que as canções componham com o que mais escolherem dentre as sugestões desta missiva.

E para não só ouvir, mas também assistir, fica a sugestão do Professor Rafael Pereira, do curso temático Astronomia: Uma visão Geral do Universo – Projeto Ô de Casas, da equipana Mônica Salmaso, que vem encantando a quarentena, para quem já a está acompanhando…

 

www.facebook.com/MonicaPinheiroSalmaso/videos/655090815270752

Na perspectiva de outros encantamentos, o Professor Rafael também partilha que a editora Springer disponibilizou milhares de livros acadêmicos para download durante este período, incluindo dezenas de obras de referência em Astronomia e Astrofísica, informação já disponibilizada aos alunos e alunas do curso:

https://link.springer.com/search?facet-content-type=Book&query=astronomy&showAll=false.

E para não só se encantar, nem só ouvir, o Instituto Equipe Cultura e Cidadania está fazendo um convite muito especial aos alunos e alunas, às suas famílias e aos professores e funcionários do Colégio Equipe: Vamos cantar! “Juntos”! Quem ainda não abriu o Boletim CLIPE MUSICAL EQUIPANO, pode fazê-lo por aqui. O importante é que cada um comece já a ensaiar, definir quem da família irá participar, para gravar e enviar. Estaremos aguardando!

Voltando à nossa Semana Especial, seguem indicações, a partir de cada um dos Encontros.

 

O PREÇO DO AMANHÃ (IN TIME)

O filme O Preço do Amanhã (In Time), de Andrew Niccol, retrata uma sociedade profundamente desigual, onde há a promessa de juventude e vida eterna para todos: essa é uma realidade desfrutada por poucos, em detrimento de muitos (familiar?). O filme aponta que se a lógica de acumular tempo na mão de poucos for mudada, distribuindo melhor o tempo e deixando a vida seguir seu curso, poderia haver uma sociedade diferente.

Ao longo do Encontro, pelas discussões suscitadas, foi sugerido o texto:

Tempo, disciplina de Trabalho e Capitalismo Industrial, sexto capítulo do livro Costumes em Comum, do historiador inglês E.P. Thompson.

 E. P. Thompson – Costumes em comum

Segundo o Professor de História, João Gabriel Priolli: “O principal objeto de análise do autor era justamente a transformação dos sujeitos, de camponeses em operários. Thompson investigou ao longo de sua carreira como se formou a classe operária europeia inglesa, modelo para todas as demais. O texto sobre o tempo analisa diversos aspectos dessa transformação. Do surgimento dos relógios à mais valia. A ideia central é mostrar como os homens perceberam a passagem do tempo e como, também, perderam o controle sobre o próprio tempo em suas vidas, com o surgimento do capitalismo industrial. Este material compõe o curso de História Geral das segundas séries do Ensino Médio, mas nos toca a todos, afinal, a contagem do tempo que ainda fazemos, seja em casa, numa fábrica ou nos modernos escritórios envidraçados, ainda guarda raízes no que Thompson estuda ali.”

Considerando o feriado ser pelo Dia do Trabalhador, a sugestão é ainda mais pertinente.

 

A PEÇA É A COISA: CONVERSANDO SOBRE SHAKESPEARE

No Encontro, dentre os relatos dos professores sobre por que ler Shakespeare, como ler Shakespeare; em meio à conversa sobre como a Idade Média é retratada por cada Idade e entendida e fantasiada em cada idade…; dentre tantas outras reflexões, foram mencionadas diversas produções literárias e audiovisuais. Entre elas, vamos destacar os filmes lembrados.

Pelo Professor de Geografia, Antônio Carlos de Carvalho:

Ricardo III, de Richard Loncraine (classificação indicativa: a partir de 10 anos).

Henrique V, de Kenneth Branagh (classificação indicativa não encontrada).

Pela aluna Nina Brumana Camozzi:

Shakespeare Apaixonado, de John Madden (classificação indicativa: a partir de 14 anos).

Pelo aluno Paulo Moreira Cipis:

A Paixão de Joana D’Arc, filme de 1928, de Carl Theodor Dreyer, considerado obra-prima do cinema mudo.

 

A CURVA QUE NOS TRANCOU EM CASA: MATEMÁTICA APLICADA EM MODELOS E SIMULAÇÕES

Este Encontro, conduzido de forma muito didática, trouxe aprendizados a todos os estudantes presentes – alunos e alunas ou educadores -, e favoreceu a compreensão da construção das informações que recebemos pela mídia e em algumas produções científicas. A apresentação de modelos matemáticos que permitem prever curvas de contágio, como o SIR e o MD CORONA, foram fundamentais, assim como o conhecimento do GEOGEBRA (https://www.geogebra.org/search/covid).

A Professora de Física, Renata Nascimento Nogueira, sugere, para quem quiser fazer suas próprias simulações, usar o MD Corona:

https://simulacovid.github.io/covid19/index.html

Segundo Renata: “É muito fácil de usar, você pode mudar os parâmetros e observar o efeito dessas mudanças na evolução da epidemia.”

Dentre as ferramentas discutidas no Encontro, a que mobilizou mais comentários, pela diversidade de usos que permite e por ser de acesso simples foi o Google Trends:

https://trends.google.com/trends/explore?q=coronavirus

Para quem quiser manter a prática do raciocínio lógico, o exercício de estratégias e ampliar a socialização, ficou o convite do Professor de Matemática, Ricardo Seerban, para participarem do grupo fechado de equipanos no Go, recém aberto por ele (este convite é restrito a alunos e alunas do atual Ensino Médio):

https://online-go.com/group/5304

 

PÃODEMIA, A RECEITA MAIS POLITIZADA E DELICIOSA DESTA QUARENTENA

O Encontro era também um convite para que os participantes que desejassem, pudessem fazer, “juntos”, a receita previamente divulgada.

Com pães já podendo ser degustados, os Professores de História, Eliane Yambanis e João Gabriel Priolli, indicam:

  • Para quem quiser estudar o assunto –

ALMEIDA, Augusto Cezar de. A HISTÓRIA DA PANIFICAÇÃO BRASILEIRA – fantástica história do pão e da evolução das padarias. Max Foods Comunicação Empresarial e Editora, 2008.

  • Para quem quiser algumas informações sobre o assunto –

https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-10/dia-mundial-do-pao-conheca-um-pouco-da-historia-do-produto-no-brasil

  • Para ouvir enquanto preparar o Pãodemia, ou em qualquer outro momento –

 
Esperamos que possam desfrutar de mais esta “pausa na pausa”…

Nossos abraços.

 

Coordenação do Ensino Médio

EM – 1ª a 3ª Série – MURAL – Aproveitando o feriado – Dia do Trabalhador

30/04/2020

 

REGISTROS NO MURAL

APROVEITANDO O FERIADO

DIA DO TRABALHADOR / DIA MUNDIAL DO TRABALHO /

DIA INTERNACIONAL DOS TRABALHADORES

 

Caros alunos e alunas e seus familiares,

Esta véspera de feriado é também o dia de fechamento de nossa Semana Especial “Encontros, para além da Pandemia”. O pedido para que alunos que estejam com pendência na realização de atividades atualizem as entregas de tudo até 03/05 se mantém, sem que deixem, como todos os demais e suas famílias, de aproveitar algumas das referências, sugestões, lembretes feitos durante as aulas especiais entre 28 e 30/04.

Esta publicação registra parte das possibilidades de ampliação nos temas, a partir do que foi trazido nas aulas/encontros, especialmente por alunos e alunas e pelos demais professores que puderam, junto aos alunos, participar das aulas ministradas por seus colegas. Afinal, como citado na aula A Peça é a Coisa: Conversando sobre Shakespeare, tudo isso foi um exercício de lazer e estudo – o que possibilita, a todos nós, grande prazer (e a quem ainda não possibilita, pretendemos contagiar…).

Sobre a Semana Especial, queremos saber a avaliação dos estudantes e esperamos contar com retornos no Mural da Sala de Aula Google de cada uma das séries, em forma de comentário, em postagem que fizemos com este objetivo específico. Por favor, alunos e alunas, vejam lá e façam seus registros. Desde já, agradecemos.

Nesta semana, o Instituto Equipe Cultura e Cidadania publicou nova playlist, denominada Bossa Nova, inspirada pelo que Renato Braz trouxe de João Gilberto na Live com Fernando Haddad. Para quem não acessou por rede social, segue aqui, para que as canções componham com o que mais escolherem dentre as sugestões desta missiva.

E para não só ouvir, mas também assistir, fica a sugestão do Professor Rafael Pereira, do curso temático Astronomia: Uma visão Geral do Universo – Projeto Ô de Casas, da equipana Mônica Salmaso, que vem encantando a quarentena, para quem já a está acompanhando…

 

www.facebook.com/MonicaPinheiroSalmaso/videos/655090815270752

Na perspectiva de outros encantamentos, o Professor Rafael também partilha que a editora Springer disponibilizou milhares de livros acadêmicos para download durante este período, incluindo dezenas de obras de referência em Astronomia e Astrofísica, informação já disponibilizada aos alunos e alunas do curso:

https://link.springer.com/search?facet-content-type=Book&query=astronomy&showAll=false.

E para não só se encantar, nem só ouvir, o Instituto Equipe Cultura e Cidadania está fazendo um convite muito especial aos alunos e alunas, às suas famílias e aos professores e funcionários do Colégio Equipe: Vamos cantar! “Juntos”! Quem ainda não abriu o Boletim CLIPE MUSICAL EQUIPANO, pode fazê-lo por aqui. O importante é que cada um comece já a ensaiar, definir quem da família irá participar, para gravar e enviar. Estaremos aguardando!

Voltando à nossa Semana Especial, seguem indicações, a partir de cada um dos Encontros.

 

O PREÇO DO AMANHÃ (IN TIME)

O filme O Preço do Amanhã (In Time), de Andrew Niccol, retrata uma sociedade profundamente desigual, onde há a promessa de juventude e vida eterna para todos: essa é uma realidade desfrutada por poucos, em detrimento de muitos (familiar?). O filme aponta que se a lógica de acumular tempo na mão de poucos for mudada, distribuindo melhor o tempo e deixando a vida seguir seu curso, poderia haver uma sociedade diferente.

Ao longo do Encontro, pelas discussões suscitadas, foi sugerido o texto:

Tempo, disciplina de Trabalho e Capitalismo Industrial, sexto capítulo do livro Costumes em Comum, do historiador inglês E.P. Thompson.

 E. P. Thompson – Costumes em comum

Segundo o Professor de História, João Gabriel Priolli: “O principal objeto de análise do autor era justamente a transformação dos sujeitos, de camponeses em operários. Thompson investigou ao longo de sua carreira como se formou a classe operária europeia inglesa, modelo para todas as demais. O texto sobre o tempo analisa diversos aspectos dessa transformação. Do surgimento dos relógios à mais valia. A ideia central é mostrar como os homens perceberam a passagem do tempo e como, também, perderam o controle sobre o próprio tempo em suas vidas, com o surgimento do capitalismo industrial. Este material compõe o curso de História Geral das segundas séries do Ensino Médio, mas nos toca a todos, afinal, a contagem do tempo que ainda fazemos, seja em casa, numa fábrica ou nos modernos escritórios envidraçados, ainda guarda raízes no que Thompson estuda ali.”

Considerando o feriado ser pelo Dia do Trabalhador, a sugestão é ainda mais pertinente.

 

A PEÇA É A COISA: CONVERSANDO SOBRE SHAKESPEARE

No Encontro, dentre os relatos dos professores sobre por que ler Shakespeare, como ler Shakespeare; em meio à conversa sobre como a Idade Média é retratada por cada Idade e entendida e fantasiada em cada idade…; dentre tantas outras reflexões, foram mencionadas diversas produções literárias e audiovisuais. Entre elas, vamos destacar os filmes lembrados.

Pelo Professor de Geografia, Antônio Carlos de Carvalho:

Ricardo III, de Richard Loncraine (classificação indicativa: a partir de 10 anos).

Henrique V, de Kenneth Branagh (classificação indicativa não encontrada).

Pela aluna Nina Brumana Camozzi:

Shakespeare Apaixonado, de John Madden (classificação indicativa: a partir de 14 anos).

Pelo aluno Paulo Moreira Cipis:

A Paixão de Joana D’Arc, filme de 1928, de Carl Theodor Dreyer, considerado obra-prima do cinema mudo.

 

A CURVA QUE NOS TRANCOU EM CASA: MATEMÁTICA APLICADA EM MODELOS E SIMULAÇÕES

Este Encontro, conduzido de forma muito didática, trouxe aprendizados a todos os estudantes presentes – alunos e alunas ou educadores -, e favoreceu a compreensão da construção das informações que recebemos pela mídia e em algumas produções científicas. A apresentação de modelos matemáticos que permitem prever curvas de contágio, como o SIR e o MD CORONA, foram fundamentais, assim como o conhecimento do GEOGEBRA (https://www.geogebra.org/search/covid).

A Professora de Física, Renata Nascimento Nogueira, sugere, para quem quiser fazer suas próprias simulações, usar o MD Corona:

https://simulacovid.github.io/covid19/index.html

Segundo Renata: “É muito fácil de usar, você pode mudar os parâmetros e observar o efeito dessas mudanças na evolução da epidemia.”

Dentre as ferramentas discutidas no Encontro, a que mobilizou mais comentários, pela diversidade de usos que permite e por ser de acesso simples foi o Google Trends:

https://trends.google.com/trends/explore?q=coronavirus

Para quem quiser manter a prática do raciocínio lógico, o exercício de estratégias e ampliar a socialização, ficou o convite do Professor de Matemática, Ricardo Seerban, para participarem do grupo fechado de equipanos no Go, recém aberto por ele (este convite é restrito a alunos e alunas do atual Ensino Médio):

https://online-go.com/group/5304

 

PÃODEMIA, A RECEITA MAIS POLITIZADA E DELICIOSA DESTA QUARENTENA

O Encontro era também um convite para que os participantes que desejassem, pudessem fazer, “juntos”, a receita previamente divulgada.

Com pães já podendo ser degustados, os Professores de História, Eliane Yambanis e João Gabriel Priolli, indicam:

  • Para quem quiser estudar o assunto –

ALMEIDA, Augusto Cezar de. A HISTÓRIA DA PANIFICAÇÃO BRASILEIRA – fantástica história do pão e da evolução das padarias. Max Foods Comunicação Empresarial e Editora, 2008.

  • Para quem quiser algumas informações sobre o assunto –

https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-10/dia-mundial-do-pao-conheca-um-pouco-da-historia-do-produto-no-brasil

  • Para ouvir enquanto preparar o Pãodemia, ou em qualquer outro momento –

 
Esperamos que possam desfrutar de mais esta “pausa na pausa”…

Nossos abraços.

 

Coordenação do Ensino Médio

Rua São Vicente de Paulo, 374
Higienópolis, São Paulo - SP

(11) 3662 - 6500

(11) 3579 - 9150

(11) 97374 – 8388

equipe@colegioequipe.g12.br

© Colégio Equipe - 2021

Rua São Vicente de Paulo, 374
Higienópolis, São Paulo - SP

(11) 3662 - 6500

(11) 3579 - 9150

(11) 97374 – 8388

equipe@colegioequipe.g12.br

© Colégio Equipe - 2021